Padroeiro


Sagrado Coração de Jesus


1 - Símbolo de Amor.

O Coração de Jesus - símbolo e sinal do Amor do Pai e do Espírito Santo para conosco - é Cristo por dentro: manso, humilde, paciente, terno, compassivo, generoso, afável, orante, caridoso, amigo das crianças, dos pecadores. O pai dos filhos pródigos de ontem, de hoje, de todos os tempos; o Bom pastor que trata com carinho suas ovelhas, principalmente a desgarrada. A Santíssima Trindade tem Coração: o de Jesus.


2 - Abismo de Gratuídade.

O Pai, o Filho e o divino Espírito Santo eram plenos e felizes na eternidade. Deus nos olhou e amou, e gratuitamente enviou-nos seu Filho. Buscando sempre e em tudo a vontade do Pai, Jesus encarnou-se gratuitamente também. Quem ama quer estar perto, junto, ao lado...


3 - Síntese do Evangelho.

Jesus veio para nos libertar do pecado, para nos reconciliar com o Pai. Libertação e reconciliação encontram-se nas bases do Reino, nas raízes do cristianismo. Cristo libertador, que nos reconcilia com o Pai: eis a síntese perfeita de todo o Evangelho da redenção.


4 - Rei: rei diferente, rei dos corações.

Despreza armas, força poder... Quando os judeus querem proclamá-lo Rei, após a multiplicação dos pães, foge para a montanha. Só uma vez permite ser aclamado publicamente: no Domingo de Ramos.


5 - Endereço da felicidade: os bens materiais não satisfazem o coração humano, sedento de infinito.

O homem moderno perdeu sua identidade profunda, porque desvinculado de Deus. Sem raízes, a árvore seca... "O importante não é matar a sede, porque ela volta sempre. O importante é possuir um fonte."


6 - Coração profundamente eucarístico: o Cenáculo e o Calvário são os dois marcos da vida de Cristo.

Perplexa, santa Teresa de Ávila dizia não entender as três "loucuras" de Jesus: o fato de, sendo Deus, ter nascido pobre e despojado; sua morte na cruz do Calvário; seu silêncio diário, milenar, nos tabernáculos do mundo inteiro.


7 - Refúgio seguro, num mundo violento, tumultuado, agressivo, que nos deixa inseguros, vacilantes, lembrando pássaros feridos, de asas quebradas.

Misericordioso, amigo e cordial, o Mestre nos repete, especialmente nos momentos de angústias, sofrimento e solidão: "Vinde a mim todos os que estais cansados, aflitos e sobrecarregados. Tomai meu jugo e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração. Meu jugo é suave, e meu fardo é leve" (Mt 11, 2 - 30).


8 - Garantia absoluta de Salvação.

Na Grande Promessas a santa Margarida Maria em 16 de junho de 1675, Jesus falou que na hora da morte seria asilo seguro a todos os devotos de seu Coração.

Obrigado, Senhor, nosso asilo, refúgio, fortaleza e garantia de salvação eterna.






História


Sagrado Coração de Jesus foi revelado no dia 27 de dezembro de 1673. O próprio Jesus Cristo apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque, freira que pertencia a uma Congregação conhecida como Ordem da Visitação. A aparição aconteceu durante uma exposição do Santíssimo Sacramento. Santa Margarida teve a visão de Jesus Cristo mais duas vezes. Nas aparições, o próprio Senhor pediu para que ela divulgasse a devoção a seu Sagrado Coração.


Palavras de Jesus sobre as nove primeiras sextas-feiras do mês:
Mostrando o seu Coração transpassado pela espada, Jesus disse a Santa Margarida:

"Eis o coração que tanto tem amado os homens e em recompensa não recebe da maior parte deles, senão ingratidões pelas irreverências e sacrilégios, friezas e desprezos que tem por mim nesse sacramento do Amor. E continuou dizendo: Prometo-te pela minha excessiva misericórdia, a todos que comungarem nas primeiras sextas de nove meses consecutivos, a graça da penitência final. Estes não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos. O meu Sagrado Coração lhes será refugio seguro nessa última hora."

As primeiras sextas-feiras, devem ser dias de reparação pela frieza, desprezo e sacrilégios, que muitas vezes sofreu na Eucaristia, por parte dos maus cristãos e dos que não acreditam em Jesus Cristo.


Devoção ao Sagrado Coração de Jesus
Nessas aparições Jesus deixou 12 promessas e pediu para que Santa Margarida difundisse essa devoção para o mundo inteiro. Ela foi responsável pelo início da devoção.

A Beata Maria do Divino Coração pediu ao Papa Leão XIII que consagrasse solenemente esta devoção. Em resposta, no dia 11 de junho de 1889 após a publicação de encíclica Annum Sacrum o Papa disse: A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é uma forma por excelência de religiosidade. Essa devoção que recomendamos a todos, será muito proveitosa. No Sagrado Coração está o símbolo e a imagem expressa do Amor Infinito de Jesus Cristo, que nos leva a retribuir-lhe esse amor. Sua festa é comemorada na primeira sexta-feira após a festa de Corpus Christi, Corpo de Cristo, na oitava da Páscoa e todo o mês de junho, é dedicado ao Sagrado Coração de Jesus.

Em todas as Igrejas nas primeiras sextas-feiras, se fazem atos solenes de reparação, para estimular os cristãos e retribuir com amor tantas e tão grandes provas de amor que Jesus fez e faz por toda a humanidade.


Milagres do Sagrado Coração de Jesus
São conhecidos vários milagres no Brasil e no mundo obtidos pela misericórdia do Sagrado Coração de Jesus. Muitos casais passaram a viver em harmonia no lar, filhos foram resgatados de caminhos de perdição, pessoas se converteram, padres e religiosos perseveraram na vocação que Deus lhes deu, doenças foram curadas e infinitas graças foram concedidas. Todos esses milagres do Sagrado Coração de Jesus são obtidos pelas orações fervorosos feitas de acordo com a Vontade de Deus.


As 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus
Jesus pediu para que os fiéis participassem da Santa Missa durante as primeiras sextas-feiras em nove meses consecutivos, com uma confissão reparadora e a sagrada comunhão. E fez as doze promessas aos que atendessem ao seu pedido:

1 - Dar-lhes-ei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.

2 - Estabelecerei a paz nas famílias.

3 - Abençoarei os lares onde for exposta e honrada a imagem do meu Sagrado Coração.

4 - Hei de consolá-los em todas as dificuldades.

5 - Serei o seu refugio durante a vida, e em especial durante a morte.

6 - Derramarei bênçãos abundantes sobre seus empreendimentos.

7 - Os pecadores encontrarão no meu Sagrado Coração, uma fonte e um oceano sem fim de misericórdia.

8 - As almas tíbias (tímidas e vacilantes na fé) tornar-se-ão fervorosas.

9 - As almas fervorosas ascenderão rapidamente a um estado de grande perfeição.

10 - Darei aos sacerdotes o poder de tocar nos corações mais empedernidos.

11 - Aqueles que propagarem esta devoção terão os seus nomes escritos no meu Sagrado Coração, e dele nunca serão apagados.


E a grande promessa:
12 - Prometo-vos, no excesso da misericórdia do meu Coração, que o meu Amor Todo Poderoso, concederá, a todos aqueles que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses seguidos, a graça da penitência final; não morrerão no meu desagrado, nem sem receberem os Sacramentos. O meu divino Coração será o seu refúgio de salvação nesse derradeiro momento.






Significado e Simbolismo


A imagem do Sagrado Coração de Jesus não é uma criação artística humana. Trata-se de uma revelação divina feita pelo próprio Jesus Cristo a Santa Margarida Maria Alacoque. Santa Margarida estava em adoração diante do Santíssimo Sacramento quando Jesus lhe apareceu. E ele apareceu da forma como o vemos nas representações do Sagrado Coração e pediu para que ela começasse a divulgar esta devoção. Portanto, em se tratando de uma imagem de origem divina, ela tem significados maravilhosos e profundos. Vamos conhecê-los.


Os símbolos do Sagrado Coração de Jesus
O primeiro símbolo que salta aos olhos nesta representação divina é o Sagrado Coração de Jesus, fora do peito, cercado de espinhos e ardendo em chamas. É uma imagem impressionante e que 'fala' muito. Vamos ver cada um desses símbolos.


O Coração de Jesus fora do peito
O Coração de Jesus fora do peito é um símbolo gritante do amor de Deus por nós. Foi por causa deste amor que Jesus deu sua vida por cada um de nós. É uma maneira de Jesus falar: 'Eu amo você. Meu coração bate forte por você.' Foi o próprio Jesus quem disse que 'Não há maior amor do que dar a vida por quem se ama'. Esta imagem é uma maneira de Jesus Cristo gritar para todos nós que ele nos ama infinitamente. E ama a cada um pessoalmente, como se não houvesse mais ninguém neste mundo.


O coração de Jesus ardendo em chamas
O coração de Jesus ardendo em chamas significa que este amor está vivo e atual. Ele não está no passado, quando Jesus foi crucificado. Não. O amor de Deus está vivo hoje, agora. Ardendo em chamas significa também que este Deus é apaixonado por nós. Tanto que, por nós, entregou sua própria vida. Este fogo simboliza também o Fogo do Espírito Santo, que quer queimar a cada um de nós no seu infinito amor. Ele quer aquecer nossos corações com sua presença edificante, salvadora e amorosa.


O coração de Jesus cercado de espinhos
O coração de Jesus cercado de espinhos simboliza a nossa indiferença ao seu amor. Quando ficamos indiferentes a este amor que deu a vida por nós, nós ferimos este Coração. O amor é assim. Quando não é correspondido, sofre. Quando ficamos indiferentes ao amor de Cristo, nós pecamos. Ficar indiferentes a quem deu a vida por nós, sem dúvida, é muito triste e dói no coração de Jesus. E dói mais ainda porque Ele sabe que, ficando indiferentes a Ele, nós vamos sofrer e a vida vai ter menos sentido.


Os gestos de Jesus
A imagem do Sagrado Coração de Jesus no-lo mostra apontando para seu coração com a mão esquerda e convidando a nos aproximarmos através de sua mão direita. Jesus está dizendo: 'Olhe para o meu coração, olhe para o meu amor por você e venha até mim.' Foi Ele mesmo quem disse no Evangelho: "Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas". (Mateus 11, 29) Quem vai a Jesus encontra repouso para alma.


As chagas de Jesus
Na imagem do Sagrado Coração Jesus aparece com as chagas em suas mãos. É mais uma forma de relembrar os sofrimentos que Ele assumiu por nós quando foi pregado na cruz. É mais uma forma de Jesus falar: 'Veja como é grande o meu amor por você.' As chagas de Cristo são o símbolo triunfante do amor infinito que Ele tem por cada um de nós.


O manto vermelho de Jesus
O manto vermelho de Jesus tem dois significados. A cor vermelha nos lembra o sangue, o sofrimento e a morte do Salvador. Mas lembra também o fogo do Espírito Santo, que é o amor vivo de Deus. É o amor que quer preencher nossos corações.


A túnica branca de Jesus
A túnica branca de Jesus representa a pureza de coração de Nosso Senhor. Representa também sua divindade, bondade e santidade. Os detalhes em dourado tanto na túnica quanto no manto nos falam que Ele é uma pessoa divina, celestial.







Oração de consagração ao Sagrado Coração de Jesus

Divino Salvador que, perseguido pelos inimigos e ferido no Coração, pela tibieza de seus amigos, vos queixastes a Santa Margarida: Tenho procurado consoladores e não os tenho encontrado.

Aqui estou Senhor para vos consolar. Quero adorar vossa Majestade escondida, quero reparar as ofensas minhas e as dos outros.  Quero amar o vosso amor desprezado e abandonado.

Consagro-me inteiramente ao vosso Coração. Sede Vós somente o meu Rei. Ajudai-me Senhor, a difundir nas almas o reino do vosso Coração.

Acendei a chama do vosso amor no coração dos vossos sacerdotes, para que se tornem apóstolos infatigáveis e portadores das bênçãos do vosso divino Coração.

Fazei que compreendam finalmente, a honra e a obrigação que tem de Vos amar, para que unidos entre si com os laços de vossa caridade, glorifiquem todos, o vosso Divino Coração, que é para nós, fonte de vida e salvação.

Divino Coração de JESUS, reinai em meu coração.

Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso!